Arquivos do Blog

Manuscritos de Notícias: Jamie Dornan será Christian Grey em 50 Tons de Cinza

Às vésperas de começar as filmagens, finalmente foi escolhido o ator que viverá o sedutor Christian Grey na adaptação cinematográfica de Cinquenta Tons de Cinza. É o ator irlandês Jamie Dornan, 31 anos, conhecido pela série Once Upon a Time. A informação foi confirmada com exclusividade pela revista Variety.

Jamie começou a carreira como modelo, quando namorava a atriz Keira Knightley. Ele foi clicado para campanhas da Calvin Klein, Armani e Dior, entre outras, e posou ao lado de tops como Kate Moss e a atriz Eva Mendes.


Campanha da Calvin Klein, ao lado de Eva Mendes


Nos cinemas, o ator também participou de Marie Antoinette, de Sofia Coppola. Antes deOnce Upon a Time, ele esteve no seriado The Fall.

Veja o ator em cena em Once Upon a Time

Substituto de Charlie Hunnam

Anunciado pela própria autora do best-seller erótico, E L JamesCharlie Hunnam desistiu de protagonizar Cinquenta Tons de Cinza. O ator, de 33 anos, teria deixado o papel por dificuldades de agenda, mas, de acordo com o site The Hollywood Reporter, o motivo seria a pressão após o anúncio.

Na trilogia literária, sucesso internacional de público lançado em 2012, Grey é um milionário adepto de práticas sadomasoquistas que se envolve com uma jovem virgem chamada Anastasia Steele. A avassaladora vendagem da série provocou uma onda de manifestações de fãs interessadas na adaptação. O anúncio de Hunnam foi encarado como uma surpresa pelos fóruns de leitores, que há meses especulavam nomes relativamente mais conhecidos, como Ian Somerhalder (Vampire Diaries), Alex Pettyfer (Magic Mike), Ryan Phillipe (Segundas Intenções) e Ryan Gosling (Drive).

Depois da saída de Hunnam do elenco, nomes como o do filho do ator Clint Eastwood, Scott, era um dos mais cotados. Luke Bracey (Monte Carlo) e Billy Magnussen (Into the Woods), além do próprio Jamie, estavam concorrendo à vaga.

Anastasia será vivida no cinema pela atriz Dakota Johnson, filha de Don Johnson e Melanie Griffith e que já fez pequenos papéis em Anjos da Lei (2012) e A Rede Social (2010). A direção do longa será de Sam Taylor-Johnson, de O Garoto de Liverpool.

Anúncios

Manuscritos de Notícia: Charlie Hunnam desiste de viver Christian Grey em “50 Tons de Cinza”

O ator Charlie Hunnam desistiu de interpretar Christian Grey na versão para o cinema do best-seller “Cinquenta Tons de Cinza”. O anúncio foi feito pela Universal Pictures neste sábado (12).

“Os realizadores de ‘Cinquenta Tons de Cinza’ e Charlie Hunnam concordaram em encontrar outro protagonista, dada a agenda apertada de Hunnam na TV, que não está permitindo que ele se prepare adequadamente para o papel”, disse o estúdio, em nota.

Hunnam terminará as filmagens da série “Sons of Anarchy” em 21 de outubro e a produção do longa-metragem está marcada para começar em novembro.

Duas fontes do site Hollywood Reporter disseram que o ator de 33 anos se assustou com a enorme repercussão do projeto. Em um evento recente de “Sons of Anarchy”, perguntas sobre o filme dominaram o tapete vermelho e a Universal chegou a contratar seguranças para o autor.

Sam Taylor-Johnson vai dirigir o filme, que tem Dakota Johnson como protagonista feminina. O Twitter, a autora do livro, E.L. James, escreveu: “Desejo tudo de melhor para Charlie.”

Manuscritos Polêmicos: Stephen King chama ‘Jogos Vorazes’ de ‘bobo’ e ‘Crepúsculo’ de ‘pornô adolescente’

Stephen King 126

O mestre do terror Stephen King soltou o verbo sobre três grandes franquias literárias que nos últimos anos conquistaram uma legião de fãs ao redor do muno. O escritor classificou a série “Crepúsculo” como “pornô adolescente”, disse que “Jogos Vorazes” é “bobo” e se mostrou pouco entusiasmado com o best-seller erótico “50 tons de cinza”.

Em entrevista ao “The Guardian”, o autor de “Carrie, a estranha” e “O iluminado” disse que leu “Crepúsculo” por interesse profissional.

“Não é sobre vampiros ou lobisomens. É sobre como o amor de uma menina pode tornar um menino mau em bom. Li ‘Crepúsculo’ e não senti vontade de embarcar na jornada com ela”, disse o escritor de 65 anos, que está prestes a lançar o 56º romance.

“Li ‘Jogos Vorazes’ e não senti vontade de embarcar na jornada. Não é como ‘O concorrente’, que é sobre um jogo em que as pessoas são realmente mortas e as pessoas ficam vendo: uma sátira à televisão”, afirmou, em referência ao seu livro lançado em 1982.

Stephen King disse que “50 tons de cinza” também não o empolgou. “Chamam-no de pornô para mamães, mas não é isso. É uma ficção extremamente sexualizada para mulheres entre 18 e 25 anos. Mas uma idade dourada do terror? Não diria que é isso. Não consigo pensar em nenhum livro que se compare ao ‘O exorcista'”.

Mas nem tudo está perdido para o escritor americano em se tratando de best-sellers contemporâneos. Ele dispensou elogios a “Morte súbita”, de J.K. Rowling, chamando a obra de “fabulosa”. Não é a primeira vez que ele fala bem do trabalho da autora de “Harry Potter”.

Stephen-King

E vocês, concordam ou discordam do mestre King? Deixe seu comentário 😉

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: