Arquivo da categoria: Poesias

Regras Numero Um

O que são essas regras,
Além de conselhos
Dados por quem tem
Certa experiência?
Você esta livre para
Escolher não segui-las.
Mas certamente esta preso
Em suas consequências…
Regra número um:
Não há regras o suficiente.
Ao surgir novas situações,
Surgem as novas regras,
Consequentemente
Regra número dois:
E se essa aqui for importante,
Tanto quanto foi a primeira,
A numeração UM se repete,
Estendendo-se pela lista inteira
Ou então, até que para conselheiro,
As ideias entrem em concordância.
Dessa forma,
As regras número um darão espaço
A uma outra de maior importância
Anúncios

Sussurro Dos Ventos

Água para todo lado
Até onde os olhos podem alcançar
Só voltaremos para terra
Quando todo o mar secar

Água salgada em carne ferida
É árdua de suportar
Ainda assim o mar é calmo
E nos incentiva a sonhar

A vida passa calmamente
Levando consigo qualquer magoa
E não há nada que se possa desejar mais
Do que respirar debaixo d’água

Saqueamos alguns tesouros
Os quais nunca precisamos
O navio enche-se de sonhos
Ao tempo em que velejamos

(…)

Um papagaio enorme
Já gago de velho
Um Capitão Barba Ruiva
Um marujo cego

No rosto um tapa olho
E uma perna de madeira…
Tornar-se um pirata sonhador
É algo para vida inteira

No Sussurro Dos Ventos
Somos filhos do mar
Remamos para velejar
E velejamos para sonhar

Desabafo

Preciso de um tempo pra falar

Sobre coisas que já não ouso falar

Que não ouso pensar deve ser medo de tentar

Mas hoje acho que Deus vai me iluminar

Então vou orar pra que Seu abraço esteja a me aconchegar

Se um sorriso não for o bastante pra fazer a canção

Então vou deixar a tristeza conduzir este refrão

Pois se a dor nos torna mais forte

Cada segundo de vida e mais um passo para a morte

Mas me diz pra que sonhar se um dia vamos acordar

Cansei de sonhos, preciso realizar.

Só ver as coisas que quero e não poder ter

E o mesmo que ter a vida nas mãos e não saber viver

Versos simples

Eu queria te escrever um poema

Pra te mostrar como e grande meu amor

Pra que cada um de nossos problemas

Se dissolvessem nesses versos minha flor

E que a luz do seu dia seja minha poesia

Porque a luz do meu céu e sua alegria

Eu queria poder só te trazer um sorriso

Pois tudo que preciso e viver feliz contigo

Manuscritos Coletivos

O fantástico mundo dos livros esta aqui

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: