Arquivo diário: 26 de outubro de 2013

Manuscritos de Notícias: Animação de Entre a Foice e o Martelo pode se concretizar

Recentemente, o produto James Tucker comentou as novas animações longa metragem baseadas no Universo DC. Há grande preocupação dos fãs acerca da falta de continuidade dos próximos lançamentos, já que Justice League: War adapta o primeiro arco da Liga dos Novos 52, mas a história de Damian Wayne, pré-Novos 52, também está nos planos da Warner e será executada em breve.

2493286-Superman_RedSon_Hardback_cover_by_Devilpig

Tucker afirmou que o foco do estúdio agora é produzir animações com histórias contemporâneas e que ofereçam bom material para ser adaptado. Dentre as principais histórias sendo discutidas para futuras adaptações está Superman – Entre a Foice e o Martelo, um dos maiores clássicos do personagem nos últimos 20 anos, feito originalmente por Mark Millar e Dave Johnson. A história, que mostra o bebê Kal-El pousando na antiga União Soviética ao invés de uma pequena cidade do Kansas, marcou a longa trajetória do personagem.

jl-war-ww

Tucker também foi questionado sobre uma nova animação da Mulher-Maravilha, explicando que a WB quer um filme live-action centrado na personagem antes de algo deste tipo. Este filme teria que dar muito certo para que a heroína voltasse a ser vista como potencial por si só pela Warner. Todavia, dependendo de como for a recepção de Justice League: War, personagens que fizerem parte deste filme animado podem ganhar seus próprios desenhos a partir deste leque.

(via CBM)

Anúncios

Manuscritos de Notícias: Página do facebook escreverá uma crônica por dia sobre atualidades durante um ano inteiro

Página do projeto: AQUI

O “Crônicas de 1 ano inteiro” é um projeto  desafiador onde 9 cronistas estão responsáveis a escrever uma crônica por dia sobre um assunto que está em voga no momento!

A ideia é retornar “as origens” da crônica para fazer dela algo que “tem que” ser lido e acompanhado naquele dia. Óbvio, nosso trabalho é fazer com que os textos sejam atemporais, obviamente, mas que também expressem a urgência do hoje.

Imagine um fotógrafo tendo de registrar em uma única foto uma imagem que represente aquele dia. Assim tentaremos nós, mas com crônicas. O conceito é bastante simples e dialogará com você diariamente, diretamente e urgencialmente.

Nosso sonho é, ao final do projeto, poder lançar um livro revelando a “cara” do Brasil ao longo desses 365 dias.

Mas, por que começar 27 de outubro de 2013?

Veja bem, ainda pegamos o final de 2013, onde as manifestações estão em voga, andaremos pela Copa do Mundo e, principalmente, pelas eleições de 2014. E adivinhe: o presidente será escolhido no dia 26 de outubro de 2014. Assim, o projeto se encerrará no dia em que o cargo mais alto do Brasil for eleito.

Isso porque queremos denotar o viés crítico, social e urgencial da crônica e do Brasil. Queremos, com a sua ajuda, fazer desse um projeto plural [com pessoas diferentíssimas, e vocês verão ao longo dos textos], que trabalhe em prol do país, do gênero crônica e da sua informação, caro leitor.

Curta o Crônica AQUI e selecione as opções “Obter notificações”, “Mostrar no feeds” e ainda, se possível, clique em “Configurações” e selecione a opção para aparecer todas as postagens. Só assim o facebook lhe entregará tudo o que postarmos.

Cronistas:

Gustavo Magnani, 19 anos, escritor e idealizador deste projeto, do Literatortura (http://literatortura.com) e de outros. Escrevo a qualquer dia. Não tenho data fixa, para “tapar” possíveis buracos e estar sempre disponível a manutenção do projeto. Preferencialmente aos domingos.

Cecília García é linguista, professora e jornalista. Tem consciência de que nasceu para fazer três coisas: escrever, estudar e ensinar. Faz tudo com paixão e ama seus alunos, seus livros, o marido, a família e a cachorra. É a melhor amiga secreta de diversos escritores. Entre os sonhos impossíveis está um caso com Jack Kerouac e um chá com Jane Austen. Escreve aos domingos.

Luciane Slomka,  35 anos, gaúcha de Porto Alegre, Psicóloga, escritora e sonhadora, não necessariamente nesta ordem. Ha mais de 10 anos atuando no atendimento emocional a pacientes oncológicos e familiares, o que lhe traz um encantamento pela finitude e questões existenciais. Tem um blog ligeiramente desatualizado chamado Crer para Ver (http://www.creioparaver.blogspot.com) escreve às segundas.

Vilto Reis, contista e redator publicitário, além de ser idealizador e editor do site Homo Literatus (http://homoliteratus.com/). Costuma confundir a realidade com a ficção, ou melhor, não sabe qual delas é a verdadeira. Escreve às terças.

Luiz Ribeiro, 28 anos, dramaturgo, letrista, crítico e flamenguista. É adepto da leitura, pesquisa, cinema, cerveja e ócio criativo. Desde 2011 é membro do grupo Teatro Voador Não Identificado. Escreve às quartas.

Beto Pacheco: jornalista, músico e escritor (percebe-se que escolheu profissões que dão um bocado de dinheiro). Tem um blog de crônicas há 5 anos, o www.cronicasdobeto.com.br, projeto que renderá em 2013 a publicação de seu primeiro livro. Escreve às quintas.

Ana Idris acredita que poderia comprar a sorte com um arpão perdido, com a faca partida ou com as duas mãos em carne viva, mas ficou 84 dias em alto mar conversando com suas próprias metáforas. Escreve às sextas

João Victor, contista, cronista e aspirante a filósofo (ou filósofo, talvez, sei lá, será que a gente sabe alguma coisa?).De tanto perguntar sobre tudo, percebeu que as respostas estão aí no cotidiano, e tira um pouco de beleza dessa coisa esquisita e maravilhosa que resolveram chamar de vida. 42, aliás. 42. Escreve aos sábados.

Maria Albuquerque: uma fugitiva do Vale do Paraíba e refugiada em São Paulo. Escritora, ilustradora e quadrinhista com raízes no Instituto de Arte da Unesp. Medíocre estudante de ukulele e flauta transversal. Também é idealizadora do projeto Poesia de Manchete (http://www.facebook.com/poesiademanchete). É tapa buraco como eu e não tem data definida para escrever.

Dicas Literárias: Palestra para autores iniciantes, com André Vianco!

Essa é pra você, autor iniciante, que quer entender um pouco mais do mercado atual do livro e saber como se tornar um autor de sucesso, além de ter a chance de ouvir alguns bons conselhos e dicas para produzir literatura de fantasia. Aproveite essa é a sua chance!

As pré-inscrições para a palestra com o autor best-seller André Vianco já estão abertas!

1385360_483001618464536_1462587306_n

INFORMAÇÕES

Pré-inscrição: 21/10 a 03/11/2013 ( VAGAS LIMITADAS )
– A seleção dos inscritos será feita de acordo com a ordem de recebimento do formulário de pré-inscrição.

Data: a definir dentro do mês de Novembro
Horário: 09h30 às 17h00
Local: Será definido de acordo com a demanda dos pré-inscritos por estado.
Valor do investimento para os pré-inscritos: de R$350,00 por R$199,00
Formas de pagamento: Cartão de Crédito – Depósito ou Boleto Bancário

Acesse o site da Academia de Autores e se inscreva>http://ow.ly/pZsg6

42 fatos que você precisa saber sobre a vida, o universo e tudo mais!

1005633_662416377120152_367269685_n
Douglas Noël Adams (Cambridge, 11 de março de 1952 — Santa Bárbara, 11 de maio de 2001) foi um escritor, comediante, ativista-ambiental, ateu e amante da tecnologia britânico, famoso por ter escrito esquetes para a série televisiva Monty Python’s Flying Circus. Douglas Adams escreveu “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, uma trilogia em cinco partes, que são: “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, “O Restaurante no fim do universo”, “A Vida, o Universo e Tudo Mais”, “Até mais, e obrigado pelos peixes” e “Praticamente inofensiva”. Leia e divirta-se  Os cinco livros trazem um humor escrachado e nonsense, no qual o autor usa situações hilárias e bizarras para ironizar a política, a burocracia, as pessoas e suas manias, basicamente a vida, o universo e tudo mais.
Veja agora 42 FATOS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE A VIDA, O UNIVERSO E TUDO MAIS, caso você queira se aventurar como um Mochileiro das Galáxias!

1. Não entre em panico.
2. A história de todas as grandes civilizações tende a atravessar três fases distintas: a da Sobrevivência, a da interrogação e a da Sofisticação. A Sobrevivência pode ser caracterizada pela pergunta: “Como vamos poder comer?”; a interrogação, pela pergunta: “Por que comemos?” e A Sofisticação, pela pergunta: “Aonde vamos almoçar?”.

3. Classificado com um dos dez instrumentos mais irritantes, o violino foi banido de todos os mundos civilizados em todas as galáxias.

4.  O livro, O Guia do Mochileiro das Galáxias foi publicado pela primeira vez em 1979 e até hoje foi traduzido para mais de vinte idiomas. No total, os livros de Douglas Adams venderam mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo.

5. Douglas Adams teve a ideia de escrever o Guia quando estava bêbado jogado em um gramado com um guia do mochileiro da Europa nas mãos.

6. Uma toalha é o objeto de maior utilidade que um mochileiro interestelar pode possuir. Uma toalha molhada é uma ótima arma no combate corpo-a-corpo.

7. 7×6 = 42

8. O efeito de beber a Dinamite Pangaláctica é o de ter o cérebro esmagado por uma fatia de limão embrulhada em uma enorme barra de ouro. Zaphod Beeblebrox o criou.

9.  Douglas Adams aparece no episodio 42 de Monty Python’s Flying Circus (VEJA IMAGEM). Ele também co-escreveu esquetes da serie.

10.  Os golfinhos são a segunda espécie mais inteligente da Terra. Toda aquela brincadeira na água é só uma fachada.

11. O mundo foi apresentado ao Guia do Mochileiro das Galáxias em março de 1978. Uma série de rádio de 6 partes foi transmitida pela rádio BBC.

12. O homem é a terceira espécie mais inteligente do planeta Terra.

13. É universalmente aceito que convidar Zaphod Beeblebrox para uma festa resultará em móveis permanentemente quebrados.

14. O Guia é a historia mais nonsense já escrita pela mãos de uma criatura racional. Ou é em definitivo, em casos de total discrepância, a realidade que não pegou o jeito da coisa.

15. A probabilidade de ser salvo por uma espaçonave durante o período de 30 segundos no espaço no qual se é capaz de sobreviver, é da ordem de 2 elevado a 276.709 para 1.

16. Se um dia alguém descobrir para que serve o universo e por que ele está aqui, ele desaparecerá instantaneamente e algo ainda mais estranho e improvável o substituirá.

17. A Terrível Besta Voraz de Traal é a criatura mais desvairadamente idiota que existe, ela supõe que se você não pode vê-la, ela também não pode ver você — estúpida como um porta, mas muito voraz.

18. Antes de escrever O Guia do Mochileiro da Galáxia, Douglas Adams trabalhou como editor de roteiro em Doctor Who e escreveu três episódios para a serie sendo um sobre o pseudônimo de David Agnew. Entre outras funções em que trabalhou estão: guarda-costas, construtor de cocheira, porteiro de hospital e limpador de chiqueiros.

19. Douglas Adams batizou o o álbum The Division Bell, do Pink Floyd. Ultimo album da banda.

20. O tempo é uma ilusão, a hora do almoço é duplamente ilusão.

21. Com QI de 161612, Marvin, o Andróide, é 30 bilhões de vezes mais inteligente do que um colchão.

22. A adaptação para televisão de O Guia do Mochileiro das Galáxias foi exibida pela primeira vez em janeiro de 1981.

23.  Beber cerveja e comer amendoim ajuda a eliminar os efeitos adversos das viagens espaciais.

24. O nariz de Douglas Adams foi usado como modelo para a parte externa do templo de Humma Kavula.

25. O Pensador Profundo é o segundo computador mais poderoso já criado.

26. Tudo que realmente sabemos sobre o universo é que ele é mais complicado do que pensamos.

27. A poesia Vogon é considerada a terceira pior do universo. Podendo te matar ao ouvi-la.

28. Ford Prefect e Zaphod Beeblebrox são semiprimos. Eles têm em comum três das mesmas mães. Seja lá o que isso signifique.

29. foram necessários quatro meses para o artista fazer a pintura que decora o nariz-cone da nave Coração de Ouro. Ela nunca será vista de perto no filme. É o nariz de Douglas Adams.

30. Viagens no tempo são complicadas, pois você pode acabar se tornando seu próprio avô ou avó.

31. Ao se deparar com formas de vida alienígena em um planeta desconhecido o melhor a fazer é preparar uma boa xícara de chá.

32. Se o Guia do Mochileiro das Galáxias fosse impresso como um livro tradicional seriam necessários vários prédios grandes para guardá-lo.

33. Zaphod Beeblebrox foi eleito a Criatura Racional Mais Mal-vestida de Todo o Universo por 7 anos consecutivos.

34. A razão de o Guia do Mochileiro das Galáxias ser o livro de maior sucesso da galáxia é, em primeiro lugar, por ser menor e ligeiramente mais barato do que a Enciclopédia Galáctica e, em segundo lugar, por trazer a frase “Não Entre em Pânico” em letras garrafais e amigáveis escrita na capa.

35. O sensormático subeta é um aparelhinho preto que alerta os mochileiros sobre a passagem de uma aeronave.

36. Foram necessários 27 anos para que O Guia do Mochileiro das Galáxias chegasse ao cinema. As filmagens finalmente começaram nos estúdios da Elstreet, na Inglaterra, em 19 de abril de 2004.

37. O Guia do Mochileiro das Galáxias já foi série de rádio, livro, peça de teatro, minissérie de televisão, revista em quadrinhos, livro ilustrado, jogo de computador, vencedor do BAFTA e uma toalha. tudo isso quase que simultaneamente.

38. Ford Prefect passou 15 anos na Terra fingindo ser um ator desempregado.

39. A nave Coração de Ouro tem 150 metros de comprimento e o formato de um globo. O cenário da nave do filme foi iluminado com mais de 3.000 lâmpadas; cada uma delas colocada à mão.

40. Devido a circunstâncias estranhas envolvendo viagem no tempo, Marvin, o Andróide, é 37 vezes mais velho do que o próprio universo.

41. Simon Jones, o Arthur Dent original do rádio e da série de TV faz uma pequena participação no filme (traga seus óculos 3-D).

42. 42 É a resposta à questão fundamental sobre a Vida, o Universo e Tudo o Mais.

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: