Manuscritos de Notícia: O escritor Luiz Ruffato critica duramente Brasil na Feira do Livro de Frankfurt

0,,17148385_303,00

A feira de Frankfurt mal havia começado e já gerara polêmicas, como a seleção dos 70 autores que para lá iriam, deixando de lado best-sellers como Eduardo Spohr, Raphael Draccon, André Vianco e outros. Será mesmo que, dentre tantas vagas – muitas dadas para escritores desconhecidos – não tinha espaço para eles…? Tal dilema fez com que Paulo Coelho abandonasse o evento. Fora isso, a abertura aconteceu na terça-feira passada, com um discurso duro, mas bastante realista da visão que Luiz Ruffato possui do Brasil.

O discurso

Ruffato começou falando do passado brasileiro: “Avoca-se sempre, como signo da tolerância nacional, a chamada democracia racial brasileira […]. Esse eufemismo, no entanto, serve apenas para acobertar um fato indiscutível: se nossa população é mestiça, deve-se ao cruzamento de homens europeus com mulheres indígenas ou africanas – ou seja, a assimilação se deu através do estupro das nativas negras pelos colonizadores brancos.”

E, ao falar do presente, foi aplaudido ainda durante o discurso: “E quem mais está exposto à violência nao são os ricos que se enclausuram atrás dos muros altos de condomínios fechados, protegidos por cercas elétricas, segurança privada e vigilância eletrônica, mas os pobres confinados em favelas e bairros de periferia, à mercê de narcotraficantes e policiais corruptos.”

E, para o escritor, ainda há muito presente do “legado de 500 anos de desmandos” no país: “Continuamos a ser uma país onde moradia, educação, saúde, cultura e lazer não são direito de todos, mas o privilégio de alguns. […] Em que mesmo a necessidade de trabalhar, em troca de um salário mínimo equivalente a cerca de 300 dólares mensais, esbarra em dificuldades elementares como a falta de transporte adequado. […] Em que estamos acostumados a burlar as leis.”

Para fechar, Ruffato destacou o Brasil como um país paradoxal, ora visto como exótico e paradisíaco, ora como um local execrável e violento.

Leia na íntegra do discurso de Ruffato, retirado do oglobo

Anúncios

Publicado em 12 de outubro de 2013, em Manuscritos de Notícias. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Manuscritos Coletivos

O fantástico mundo dos livros esta aqui

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: