No Milharal

− Não é porque algo é redondo que e voa que tenha de ser necessariamente um disco voador.
− E o que seria então?
− Não faço ideia.
− Humpf! Viu só?
− Deixe-me terminar de falar moleque. Você invade minha plantação para roubar milho e diz que quem levou foi um disco voador. Olhe bem para minha cara e diga-me se tenho cara de idiota.
− Devo ser sincero, senhor?
− Como se atreve moleque? Onde deixou o respeito? A educação?
− Senhor, eles estão aqui.
− Ótimo! Então me diga, onde esta o milho que me roubou?
Então o garoto começou a gritar:
− Eles estão aqui. ELES ESTÃO AQUI.
− ENTÃO DIGA ONDE, INFELIZ.
− Atrás do senhor.
O velho olhou para trás e o viu: gigantesco, cinza, com algumas luzes douradas que poderiam ser janelas e, obviamente, redondo… além de voar, é claro. O disco voador vinha tranquilamente em sua direção, talvez achando que se chegasse de mansinho, não chamaria atenção. Mas ao perceber que o senhor tomou conhecimento de sua presença, aumentou a velocidade. Uma porta abriu-se no centro do disco na parte de baixo, provavelmente para abduzi-los.
O velho e o garoto começaram a correr, já haviam tomado uma boa dianteira quando o velho foi nocauteado na nuca com um bagaço de milho.

Diz um cabeçudo verde:
“Eu não lhe disse que poderíamos acabar precisando disso depois de prontas as pipocas?”
“Bem, neste caso tenho de concordar. Mas o que fará com o humano?”
“Ah! Bem, não sei ao certo.”
“Então deixe-o ai”
“Ei, ei! Espere, tive uma ideia. E se arrancarmos um rim e deixa-lo numa banheira de gelo?”
“Morto?”
“Nah! Para ver a cara dele quando acordar e achar que o abduzimos e fizemos experiências”
“Isso parece divertido. Excelente ideia. É por isso que você foi escolhido como comandante.”
“Então vamos levar milho para fazer pamonha”
“Se sobrar, podemos fazer mingau?”
“Não vejo porque não meu caro. Não vejo porque não.”

Anúncios

Publicado em 26 de setembro de 2013, em Histórias, Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. Sinceramente, não entendi muito bem kkk De repente há um sentido entrelinhas, mas se sim, passou-me despercebido… Mas é bem engraçado kk, gostei 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Manuscritos Coletivos

O fantástico mundo dos livros esta aqui

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: