Se…

Um Rap que escrevi a  muito tempo, mas espero que gostem

 

Estou to me sentindo meio carente

Tipo aquelas criança que faz pedido pra estrela cadente

E me pego perguntando e se… Tivesse rolado

Tentando catar nos meus pensamentos o que, que eu fiz de errado

Às vezes tento disfarçar dizer que foi tudo um engano

Ai me vem você e já nem lembro o que eu tava falando

Porque tipo seu sorriso e lindo demais

E mesmo sem chances dar vontade de correr atrás

Como se eu precisasse de você mesmo que sem querer

Da vontade de te ver, mas ne vai entender?

Mas to tentando ser feliz sem estar contigo

Mas basta eu olhar pra você pra todos os meus planos perderem o sentido

 

[Refrão]

O amor chegou e nem perguntou se podia ficar

E agora estou esperança de um dia poder te amar, amar, amar, amar

 

Acho que eu devia mesmo era partir pra outra

Pra ver se eu perco esse desejo que eu tenho de beijar tua boca

Sei La pra ver se eu encontro em outras emoções

Razões pra despertar dessas ilusões

Deixar me apegar por outra pessoa

Me envolver e me deixar levar em um lance atoa

Mas pera ai! Do que eu estou falando?

Se minha vontade mesmo e beijar tua boca dizer que te amo

Eu to tentando, mas não tem como pensar diferente

Porque agora me sinto ausente quando você não ta presente

E duro ter que dizer

Quero te esquecer, sem querer

E como ter que abrir mão de algo essencial para viver

Mas fazer o que tenho que seguir em frente

E começar a me acostumar com o fato de que nunca vai haver “a gente”

 

[Refrão]

O amor chegou e nem perguntou se podia ficar

E agora estou esperança de um dia poder te amar, amar, amar, amar

 

Ultimamente a única coisa boa que sai de mim e lagrima

Porque nem ar pra cantar tem saído do meu diafragma

Mo tenso esses lance do coração

Te deixa confuso mesmo sabendo que tem a razão

Porque foi pensando em você que escrevi cada linha

Mesmo que eu não queira, tu e a inspiração de cada rima minha

E o que mais me desanima e me deixa na pilha

E ver que quando cruzamos olhares o meu e único que brilha

Nem sei de que, mas sinto saudade

Eu sei que to inteiro, mas vivo como se fosse apenas metade

Sei que não tivemos um presente, muito menos um passado

Mas ta sendo tenso de mais imaginar o futuro sem você do meu lado

Faz-me sentir perdido e sem caminho

Porque a vida inteira eu fui só, mas somente sem você me senti sozinho

 

[Refrão]

O amor chegou e nem perguntou se podia ficar

E agora estou esperança de um dia poder te amar, amar, amar, amar

 

Anúncios

Publicado em 4 de setembro de 2013, em Poesias. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Manuscritos Coletivos

O fantástico mundo dos livros esta aqui

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: