kaos

Image

O inicio de tudo….

um dia como qualquer outro ,pássaros voando no céu  e o sol brilhando , tudo estava normal em todas as turmas havia um professor  .as garotas da torcida da escola ensaiando e jogadores treinando para o próximo jogo, onde alguns iriam ter a possibilidade de entrar em uma faculdade  depois de terem conseguido alguma bolsa de estudos.

Taylor era um jovem alto de cabelos castanhos e olhos cor de mel com uma barba  castanha  com fios finos Taylor tinha tudo pra ser um atleta ou algo do tipo porem não apreciava alguns esportes,sempre se manteve fechado não frequentava a maioria das aulas,tinha apenas 17 anos e apesar de não assistir a maioria das aulas conseguia sempre manter a media das notas ,ia pra escola apenas para manter a presença depois subia para o telhado da escola ficar observando como todos ali pareciam pequenos visto do 6º andar .Taylor não sabia  mas algo estava para mudar naquele dia e seria algo do qual ele não esperava,na verdade ninguém imaginava que tal fato fosse um dia acontecer.

cena 1-o dia em que o fim teve inicio

-você ainda vai se arrepender de ficar matando as aulas  Taylor,tem coisas que você só aprende   com professores.

-minha mãe era professora não tenho a necessidade de freqüentar essas aulas e além do mais toda a minha vida estudei em casa .

-você estudava em casa porque seus pais viajavam bastante e não queriam que você formasse muitos laços para depois serem rompidos.

-malditos laços esses que hoje não consigo formar com ninguém  a culpa é deles.

-os seus pais só queriam o melhor pra você e você sabe disso.

-se eles quisessem não teriam ido viajar naquele dia sem me levar.

-se eles tivessem te levado você não estaria aqui hoje .

por um momento Taylor ficou quieto e sem saber se tudo que tinha falado ,ele realmente pensou antes de dizer .

Miguel olhou Taylor por uns instante  sentindo a raiva diminuir aos poucos…

Miguel era um homem de uns 45 anos tinha o cabelo negro mas com alguns fios brancos que já  insistem em aparecer na sua cabeça,tinha os dentes um pouco amarelados e olhos pesados  e tinha também possuía um temperamento forte.

-você ainda tem muito o que viver rapaz e seu pai não me deixou tomando conta de você atoa  você sabe muito bem disso,seu pai e eu éramos bastante próximos  e você pra mim é como um filho ,não quero ver você choramingando ai pelos cantos.

-desculpa ….disse Taylor com a voz fraca e cabeça baixa. -é que as vezes eu sinto falta deles.

-A vida é muito boa pra ficar se deprimindo por ai, vai arrumar uma namorada.tem umas que te botam pra baixo como tem outras que conseguem te deixar nas nuvens .você vai me agradecer ou me odiar mas viva um pouco garoto.durma com elas,chore por elas ou melhor por ela porque a única mulher capaz de arrancar uma lagrima de um homem é a mulher a quem damos nosso coração.

Taylor pegou sua mochila e foi pra aula chegou o professor colocou presença e em seguida disse que ia no banheiro e foi até o telhado  ficando por lá até o fim das aulas. Taylor gostava de admirar a cidade ao longe a vista de prédios de onde ele estava pareciam tão pequenos que poderia pisar em cima deles,algumas horas se passaram e de repente Taylor  viu uma fumaça no horizonte .conseguiu  ver alguns caminhões de bombeiros e algumas viaturas olhou melhor  e viu mais lugares que pareciam estar pegando fogo Taylor se levantou de onde costumava sentar e só pensou em encontrar seu tio e garantir que tudo estava bem.

depois de ver um caos total nas ruas pessoas correndo  desesperadas com roupas chamuscadas, religiosos rezando e chorando nas portas das igrejas ,ruas inundadas de carros e sirenes tocando Taylor conseguiu chegar em casa e viu seu tio sentado numa mesa bebendo um conhaque qualquer e olhando uma foto antiga de quando se formou na faculdade.

-o que esta acontecendo ?porque esta esse caos total na  rua? foi anunciada uma guerra de ultima hora?porque….

-você fala demais guri sentes se e beba um pouco comigo.

-mas você nunca me deixou beber.

-e eu nunca gostei de cuidar de ninguém mas aqui estamos nós dois.

-me explica o que esta acontecendo eu to preocupado. disse Taylor com um tom nervoso na voz.

-mais cedo falei pra você aproveitar um pouco a vida,conhecer garotas deixar um pouco as coisas rolarem,mas acho que as coisas mudaram um pouco.uma hora atrás mostraram na televisão criaturas  frias e sem expressão que dizimaram uma cidade inteira em uma hora os tempos mudaram filho e você tem que tomar cuidado ,pena que seus pais não estejam mais aqui.

-eles não poderiam fazer nada, nós não podemos, mas garanto a você que  nada de mal vai nos acontecer.

-você tem que saber de algumas coisas garoto. Miguel o olhou fixamente tomando mais um trago da bebida. seus pais eram mais do que eles pareciam,sua mãe era muito mais do que uma professora e seu pai não era daqueles sujeitinhos arrogantes de terno.

Taylor o olhou assustado e surpreso ao mesmo tempo sem ter o que dizer

-o que você esta dizendo? acho que já bebeu demais precisamos ir a um lugar seguro.antes que seja tarde.

-você ta me chamando de doido guri? disse Miguel bebendo outra dose.

senta essa bunda logo ai e me escuta.seus pais eram cientistas conceituados ,eles trabalhavam em um projeto para o governo mas os grandes da empresa de onde eles trabalhavam queriam usar a descoberta deles para outros fins,seus pais sabendo disso esconderam sua descoberta e fugiram pra outro lugar te mantendo seguro e a eles também ,no dia  em que eles morreram  ficaram buracos na pericia que foram cobertos e de alguma forma seus pais estavam  envolvidos nisto que está acontecendo.

Taylor puxou uma cadeira e sentou-se assustado  ainda sem ter entendido direito o que acabou de ouvir e vendo a possibilidade de tudo o que acreditava estar caindo sob seus pés além do mundo a sua volta.

-você esta bêbado já ta falando coisas sem sentido,o mundo esta acabando e você de brincadeira.Taylor levantou-se e arrancou a foto da mão de seu tio a jogando na parede.

Miguel deu um sorriso e olhou fixamente pra ele.

-o mundo esta acabando garoto não tenho mais necessidade de mentir pra você.disse ele tomando mais uma dose da bebida.

-mas então como você sabe dessas coisas,não tem como alguém saber de coisas desse tipo e estar na sua situação.

-eu devia favores.disse Miguel se levantando. seus pais eram meus amigos e  fizeram muito por mim. abaixou e pegou a foto que estava na sua mão em baixo de vidro que era do porta retrato de onde ela estava.

-sente-se ai garoto vou te contar uma breve história.lembra quando falei mais cedo da mulher que damos nosso coração.eu achei essa mulher .disse Miguel olhando a foto fixamente.

Anúncios

Publicado em 14 de julho de 2013, em Histórias, kaos. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. deixou um gostinho de quero mais heein… decerto que irei acompanhar 😀 muito bom

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Manuscritos Coletivos

O fantástico mundo dos livros esta aqui

Autores e Livros

Entrevistas, resenhas e afins

blogdabn

Blog oficial da Fundação Biblioteca Nacional - entidade governamental

%d blogueiros gostam disto: